Obesidade e COVID-19

RESUMO DO ARTIGO

De acordo com a Federação Mundial da Obesidade, 88% das mortes por COVID-19 acontecem em países com uma elevada população obesa.

| Obesidade e COVID-19

No dia 4 de março, no âmbito do Dia Mundial da Obesidade, a Associação Portuguesa dos Bariátricos indica que os doentes obesos têm um maior risco de mortalidade (48%) e têm muito mais probabilidade de acabarem numa cama de hospital (113%) caso fiquem infetados com o covid-19.

Ainda, segundo o mesmo organismo, cerca de 57% da população (5,9 milhões de portugueses) é obesa ou está em risco de obesidade. O que, para além de ser um problema para os próprios indivíduos, traduzir-se-á mais cedo ou mais tarde num valor acrescido de gastos de saúde para o SNS (Serviço Nacional de Saúde).

Também, de acordo com a Federação Mundial da Obesidade, 88% das mortes por covid-19 acontecem em países com uma elevada população obesa.

Neste clima de incerteza e medo trazido pela pandemia, o que menos queremos é saber que fazemos parte de uma população de risco e que a nossa vida pode acabar bem mais cedo do que esperávamos.

Por isso, cuide de si. Mude de hábitos enquanto é tempo. Arranje espaço para o exercício e aprenda a cozinhar e a comer de forma mais saudável. Verá que, em pouco tempo, sentir-se-á melhor consigo mesma(o) e jamais quererá voltar atrás. Terá mais energia, menos propensão para doenças cardíacas e uma maior probabilidade de viver muito mais tempo e com melhor qualidade de vida.

Só depende de si.

POR TIAGO CORREIA | personal trainer do PT Studio

Testes à COVID-19

Na Mais Clinic pode continuar a realizar o seu Teste à COVID-19 (Teste de Antigénio e/ou Teste PCR/PCR Express). Esclareça as suas dúvidas.